Acerca de mim

A minha foto
Who am I? who cares? no matter. He knows who I am, and that, yes, that cares...

sexta-feira, novembro 17, 2006

O tempo...esse "bandido clandestino"

Talvez nunca tenhas pensado nisto: enquanto estás a perder tempo a ler estas tretas neste blog, o tempo passa. Aliás, ainda vais no meio da quarta linha, e, o que leste há uma micromilésima de segundo já é passado. Então, o que é o teu presente? O teu presente é como que um flash de uma máquina fotográfica, repentino, momentâneo. Vives a correr para recuperar o tempo que passou, numa autoculpabilização pelo que não fizeste. Vives a correr para tentar que o teu futuro seja melhor do que o teu passado, numa tentativa quem sabe de corrigires erros passados. Será que dás pelo "flash" momentâneo, luminoso, que se te dispara ante ti repetidamente e biliões de vezes em apenas um dia da tua vida? O presente é um presente de Deus. Ele diz que não devemos viver ansiosos com o futuro.
Será que estaremos "presente"(s) no futuro? O futuro é algo que não existe. O passado? Não volta. É um referencial, sim, mas não se volta a viver. O presente? Quem estará a dar por ele neste preciso momento?
"O que é, já foi antes; o que há-de ser no futuro, também já foi antes; e DEUS PEDE CONTA DO QUE SE PASSOU"
Eclesiastes 3:15
Talvez... Valha a pena... Meditar nisto.
Tinoca Laroca

19 comentários:

alealb disse...

nossa... gostei muito...
preparei algo para amanhã falar a uma turma grande de adolescentes e uma das frases que está na reflexão tem tudo a ver com seu lindo post:
“... Agora – é o momento mais importante porque é o único sobre o qual temos algum poder.”
(L. Tosltoy)
beijos,
alê

Anónimo disse...

Muito bonito. Extremamente bem sintetizado, mas acima de tudo de uma verdade (permite-me por favor o termo), "estupidamente" esmagadora.
Seremos sempre, o que somos ou simplesmente aquilo que tivermos ousado conseguir ser.
No futuro resta-nos o presente daquilo que usufruimos no nosso passado.

DTA

Tinoca Laroca disse...

Alê, Luis:
Obrigada pelas vossas meditações aqui. Muito obrigada.
God bless you.
T.

victor santos disse...

Um dos destruidores da nossa fé é a oportunidade que não se encaixa nas nossas ideias preconcebidas.

Vivemos num mundo que anda muito rápido e temos que aguardar respostas instantâneas para cada desejo e cada necessidade. Hoje em dia é tudo instantâneo ex: café instantâneo, dinheiro instantâneo, alivio instantâneo para as dores do corpo. Parece que o mundo tem que girar conforme as nossas necessidades.
Nós podemos escolher a nossa car¬reira, o nosso cônjuge, nossos passatempos e muitas outras partes da nossa vida, mas não podemos escolher o nosso propósito.
O propósito da tua vida cabe em um outro propósito muito maior que Deus planeou para a eternidade.
E isto não se baseia em tempo mas sim em propositos.

O teu blog é muito fixe, 5 estrelas:)

viste o meu blog.

victoribad.blogspot.com

Tinoca Laroca disse...

Obrigada pelo comentário, Victor
God bless you.
T.

JOINCANTO disse...

O tempo é um dom precioso de Deus para nós.
Abraços

alealb disse...

oi
estou sempre passando por aqui...
gosto do seu blog; está na minha lista de favoritos.
e a Ana pede para agradecer por felicitá-la em seu aniversário... ore por ela - ela é um docinho e é uma de nossas adolescentes que está na "saga" do vestibular... ela está tentando Engenharia.
e
God bless you!!!
beijos,
alê

Anónimo disse...

E não há melhor presente que o presente recebido das mãos de Deus!

Tinoca Laroca disse...

Jo, thanks.
Raquel, realmente o PRESENTE de DEUS é o melhor PRESENTE quando recebido das Suas Mãos.
Alê,
Deus capacitará a Ana para o seguimento e conclusão desse curso de engenharia. Essa profissão é um dom de Deus a entregar nas mãos da Ana para a execução do bem. Eu também estou actualmente na universidade em pós laboral com o objectivo de usar com maior sabedoria os dons que Ele entrga em nossas mãos. É preciso orar por todos aqueles que com estes objectivos seguem em frente, com as dificuldades inerentes, para que não se desviem depois do caminho traçado, ou seja, que os dons não sejam depois usados conforme a visão do mundo, mas sempre e unicamente, conforme a Visão de Deus.
God bless all of you.
T.

Lai disse...

Gostei muito deste post!!!
Acho o tema bastante actual e interessante: o tempo tem sido assunto principal de "resmas" de seminários/conferências.
Parece que andamos sempre à procura de descobrir uma maneira de "enganar" o tempo!

Deus diz que há tempo para tudo:
Ecl 3:1 "TUDO tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo o propósito debaixo do céu"

Nós dizemos:
Sal 39:5 "Eis que fizeste os meus dias como a palmos; o tempo da minha vida é como nada diante de ti; na verdade, todo homem, por mais firme que esteja, é totalmente vaidade"

por seu lado, Paulo, aconselha a "esticar" o tempo:
2Ti 4:2 "Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina"

Em Hebreus o tempo é confuso (todos os dias é hoje):
Heb 3:13 "Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado"

O Mestre diz-nos em Marcos que não sabemos qd chegará o tempo:
"Olhai, vigiai e orai; porque não sabeis quando chegará o tempo"

Depois disto, sabemos - não sabemos; temos o tempo todo - não temos tempo; todos os dia é tempo - não sabemos qd há-de vir;

o melhor mesmo é:
(cobrir "todas as frentes do problema")

Salmo 34:1 "LOUVAREI ao Senhor em todo o tempo; o seu louvor estará continuamente na minha boca"

DTA
Lai


PS: Adorei o titulo - genial

Tinoca Laroca disse...

Lai,
obrigada pelo teu comentário.

Deus auto - denomina-se intemporal, eterno.
No paraíso, o homem era parceiro nesta intemporalidade.
Quando foi expulso, teve que aprender a lidar com o facto de ter um tempo de vida, relevando progressivamente e evolutivamente a importância do "tempo" pelas mortes de que foi sendo testemunha.

O tempo é um conceito no fundo inerente ao próprio homem.

E, Deus vai dando uma dicas, tal como as que tu mesma escreveste:

- Eclesiastes: Deus ensina ao homem, que não vale a pena andar a correr atrás do que não existe (tempo), porque o homem tem que passar por tudo... tempo de morrer, tempo de viver, tempo de chorar, tempo de não chorar, etc...
Demonstrando assim que não vale a pena o homem estar preso ao tempo, esse "bandido clandestino" que se vai entranhando e amarrando a vida (estas palavras são minhas suposições);

- Salmos 39:5 - vemos um desabafo da ângustia humana, quando tem que se consciencializar a si mesmo da realidade que morre, que a ideia de que se é algo de "grande" não existe, todos acabam por morrer, e, os grandiosos feitos nada mais são do que fruto de vaidade humana...

- Em 2 timóteo 4:2, reforça-se exactamente o PRESENTE, pregar amarrado ao tempo ou liberto do tempo (dentro e fora do tempo), é pregar agora, é viver o agora, pregando-se deste modo aos que estão presos à Lei e ao tempo, e, aos que se libertam das amarras do tempo; não importa, desde que se pregue AGORA...

- Em Hebreus 13:3 vê-se novamente a questão do PRESENTE, não é ontem, não é amanhã, é AGORA, HOJE. o tempo PRESENTE é a hora da mudança, do viver, do amar...

- E o nosso Mestre convida-nos exatamente a viver o PRESENTE, porque o futuro, tu nada sabes dele; quando virá o Mestre? não sabes, é um futuro que ainda não existe, então VIVE o PRESENTE como se fosse neste exacto PRESENTE momento que ELE Retornasse....

- Salmos 34:1 o homem, prefere adoptar a posição de louvá-Lo SEMPRE, sendo consequentemetne o SEMPRE, o PRESENTE. Não consegues louvar no futuro, porque não sabes se ele existirá, nem no passado, porque já passou, apenas conseguirás e sempre louvá-Lo no teu PRESENTE.

Não vejo portanto confusão em nenhuma destas passagens, todas elas reforçam a ideia do PRESENTE.

O presente são apenas milésimas de segundos, depois de passar é passado.

A questão é: o que fazemos com esta realidade?

Mais, vivemos escravos do tempo, principalmente de um futuro que não é da nossa conta?

Deus ordena ao homem que o futuro seja cuidado por si mesmo, Ele promete cuidar de cada um dos Seus filhos, como cuida dos animais e das plantas.

Fazemos nós isso? penso que não, que desobedecemos, fruto da nossa própria ambição, achamo-nos pequenos deuses.

E, cada vez mais, o homem apresenta o padrão ambicioso (cada vez maior) de saber o seu futuro, ou, de viver para o seu futuro, esquecendo o seu presente...
Veja-se o caso das famílias, cada vez mais disfuncionais, vivendo "funcionalmente" dentro dos parâmetros actuais...

Obrigada a todos pelos vossos rastos e por terem parado para pensar um pouco no presente.

Pessoalmente tenho algum problema ainda em vivê-lo, amarrando-me às coisas que estão por fazer, numa sociedade que me exige a todo o tempo prazos diários.
Isto influência o meu presente, de uma forma muito acima do que a percepciono intantaneamente e rapidamente...

God bless all of you
T.

Marlene Maravilha disse...

Ah o tempo! este é um tema por demais interessante. Muito bom para ver o que se fazer com ele. Quem sabe dá tempo!
Coisa engraçada é o tempo, depois que se teve uma doença de morte e se continua vivo! Não dá para explicar. É viver somente na graça.
beijos

Tinoca Laroca disse...

Marlene,
Quem enfrenta a morte como tu já enfrentaste, vive de forma diferente, perante e eminência da morte, se avalia o passado, passado esse vivido tão intensamente direccionado para o futuro.
Aprende-se então que o tempo não vale nada, o futuro não existe, existe o presente, como o presente da eminência da morte, aqui e agora.
O tempo é um conceito abstracto, fútil, um "bandido clandestino" que rouba o viver intemporalmente, o viver o AGORA, o PRESENTE, A GRAÇA.
Como tu própria disseste: viver a GRAÇA
God bless you.
T.

Anónimo disse...

No presente escrevo estas palavra, no estanto estas mesmas não são presente mas sim passado, pois já "foram" (tempo passado) escritas à segundos. O tempo passa por entre os dedos. O que fiz ou não fiz ontem, não posso recuperar, terá sempre sido uma perca ou um ganho de tempo... O tempo é difícil, estranho no minímo, somos contralados por ele, e não o podemos controlar... Belo posto.... parabens


obrigada pelas visitas ao meu blog. a sério:

Tinoca Laroca disse...

Daniel,
Obrigada pelo rasto e pelos pensamentos...
God bless you.
T.

Cristina disse...

Muito bom este texto!
E olha que vale mesmo a pena perder só mais um pouquinho de tempo e pensar - reflectir mesmo - sobre o que escreves!
O tempo é precioso...
O que é que andamos a fazer com ele?
Parabéns pelo Blog!
Voltarei.

Tinoca Laroca disse...

Obrigada...
Cristina.
Jeová-Deus te abençoe,
T.

rui miguel duarte disse...

Óptima síntese! Parabéns!

Tinoca Laroca disse...

Rui Duarte,
obrigada
God bless you
T.