Acerca de mim

A minha foto
Who am I? who cares? no matter. He knows who I am, and that, yes, that cares...

terça-feira, outubro 16, 2007

Ser porco Vs. cavalo...

Era um vez... Um fazendeiro que colecionava cavalos e a quem só lhe faltava uma determinada raça.
Um dia ele descobriu que o seu vizinho tinha este determinado cavalo.
Assim, ele encheu a cabeça do vizinho até conseguir comprá-lo.
Um mês depois o cavalo adoeceu, e ele chamou o veterinário:
- Bem, o seu cavalo está com uma virose e é preciso que tome este medicamento durante 3 dias, se no terceiro dia ele não estiver melhor, será necessário sacrificá-lo. Neste momento, um porco escutava toda a conversa.
Deram o medicamento e foram-se embora.
O porco aproximou-se do cavalo e disse:
- Força amigo! Levanta-te, senão irás ser sacrificado!
No segundo dia, o veterinário retornou com o fazendeiro, deram o medicamento e foram-se embora.
O porco voltou a aproximar-se do cavalo e disse:
- Vamos lá amigão, levanta-te senão vais morrer!
- Vamos lá embora eu ajudo-te a levantar... Upa!
No terceiro dia o fazendeiro e o veterinário voltaram a dar o medicamento e o veterinário disse:
- Infelizmente, vamos ter que sacrificá-lo amanhã, caso contrário a virose poderá contaminar os outros cavalos.
Quando se foram embora, o porco aproximou-se do cavalo e disse:
- Então cavalinho, é agora ou nunca, levanta-te, vamos lá embora!
- Coragem! Upa! Upa!
- Isso, devagarinho!
- Óptimo, vamos um, dois, três, fixe, muito fixe, agora mais depressa, vamos lá embora...-
- Fantástico!
- Corre, corre mais! Upa! Upa! Upa!
- YUPIIII, tu venceste Campeão!
De repente o dono entrou, viu o cavalo a correr de um lado para o outro e gritou:
- Milagre! Milagre! O cavalo melhorou! Isto merece uma festa...
- "Vamos matar o porco!"
Isto acontece com frequência - em ambientes de trabalho, em casa ou onde quer que seja.
Nem sempre «alguém» percebe quem tem o mérito do Sucesso. Saber viver sem ser reconhecido é uma arte, afinal, quantas vezes fazemos o papel do porco amigo?
Ou quantos já nos levantaram e nem do sabor da gratidão puderam dispor?
Se algum dia, alguém lhe disser que o seu trabalho não é o de um Profissional, Lembre-se:
AMADORES CONSTRUÍRAM A ARCA DE NOÉ...
PROFISSIONAIS CONSTRUÍRAM O TITANIC.
Procure ser uma pessoa de valor, em vez de procurar ser uma pessoa de sucesso!
Recebi esta história por mail e fiquei para aqui a pensar:
Talvez valha a pena...
meditar nisto.
Tinoca Laroca

7 comentários:

anita disse...

Linda obrigado por me teres enviado esta mensagem gostei muito e faz-nos pensar mesmo.
Vais na Sexta feira?
Beijocas.
Fica bem. Fica com Deus.
Anita (amor fraternal)

Anónimo disse...

Olá Anita.
Não, o meu marido disse que não... snif... snif...
Gostaria de ainda estar um pouco na equipa de oração, não sei ainda...
God bless you.
T.

Lou Mello disse...

Reconhecimento. Uma atitude extinta. Acho que foi por isso que José pediu ao cozinheiro para lembrar-se dele quando estivesse diante do Faraó. Também, ele era só um Zé qualquer em uma prisão da vida.

alealb disse...

oi querida,
interessante o texto...
deixo um beijo pra vc, com saudades,
alê

Anónimo disse...

Lou,
Alê
obrigada pelos vossos rastos deixados aqui.
God bless you.
T.

david santos disse...

Olá, Tinoca!
Adorei este trabalho, parabéns.
Agora venho fazer um convite para que envie um Mail ou outro elemento qualquer para as autoridades brasileiras, incluindo presidente da República, para que se resolva o caso da nossa irmã Claúdia. Vamos mostrar que também somos solidários com aqueles que precisam e provar que não somos hipócritas. Pois que a solidariedade faz parte do nosso sentir.
Que Deus nos acompanhe.

Marlene Maravilha disse...

Excelente!!!
VAle muito a pena meditar!
beijos